E-cig.ForumBrasil
Bem Vindo ao nosso Fórum!


E-Cig.ForumBrasil.net

Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Admin em Ter Jul 14, 2009 5:07 pm

Testemunho do cigarro eletrônico



por Wolff em 24 Mar 2009, 12:02 Oi, primeiro tópico do fórum. Descreverei algumas características e minhas impressões sobre o cigarro eletrônico:

Quase todo fumante quer parar de fumar, mas é difícil. Se fosse fácil, teríamos muito mais casos de sucesso do que recaídas. O fumante sabe que fumar faz mal, que deixa cheiro ruim, que é excluído socialmente, enfim o hábito de fumar tem N fatos que o caracterizam como um hábito ruim...

Nem por isso deixa de fumar... E porque? Basicamente porque é viciado. Viciado psicologicamente com o ato de levar o cigarro à boca, viciado com o comportamento do dia-a-dia, de fumar com um café, com uma cerveja, após uma refeição, após uma transa... Viciado por o cigarro ser uma bengala em momentos difíceis, companheiro em momentos felizes, é uma busca pelo prazer... Viciado quimicamente na nicotina, o fumante relaxa, fica alerta, curte, chora, ri com ela... Quando bate a fissura, em que o sujeito fica louco por um cigarro, na verdade é o seu corpo que está pedindo por mais uma dose de nicotina (embora haja controvérsias a respeito)... Então ele fuma para aplacar suas crises de abstinência, afinal a nicotina é uma droga...

No começo é uma beleza... Cigarro dá prazer, acalma, acompanha... Com o passar dos anos vem o pigarro, a tosse, a falta de fôlego... A irritação na falta dele, a exclusão social, as escapadas do escritório para fumar longe... Isso tudo eu digo de minha experiência, de fumante pesado, consumidor de mais de 1 maço de Malrborão por dia...

Tentei anos atrás, o chiclete de nicotina. Não deu certo. Gosto horrível e não sossegava minha vontade de acender um cigarro.

Abandonar de vez era um sacrifício... A irritação era muito grande... Eu seria muito mais chato ex-fumante...

O adesivo nunca tentei, então não posso falar, mas as poucas pessoas que conheço e que tentaram parar com o adesivo, não tiveram sucesso.

No meu caso, no fim era só o próprio cigarro que resolvia as crises... Então era um ciclo interminável de tentar parar e voltar.

Anos atrás eu soube vagamente desse cigarro eletrônico, mas como era pouco difundido, nem me aprofundei muito no assunto... Porém navegando pelo youtube por esses tempos:






acabei vendo alguns vídeos como estes aí acima sobre o cigarro eletrônico e resolvi investigar... Comecei a ver pela performance, a fumaça e pelos rostos desses novos usuários, de que o cigarro eletronico trazia mesmo satisfação. Eles pareciam contentes, satisfeitos em fumar eletronicamente. O cigarro eletrônico foi inventado em 2004 na China, pelo que me consta. De lá para cá evoluiu muito, principalmente no ano de 2008/2009. A Europa, com forte participação da Inglaterra, tem um papel fundamental na difusão do cigarro eletrônico, pois para quem não sabe os europeus fumam muuuito... E lá as leis e restrições anti-tabagistas são pesadas...

Então resolvi comprar uns desses lá fora, para experimentar, ver se funcionaria como alternativa.

Resultado: Depois de 17 anos como fumante, estou há mais de uma semana sem tocar em cigarro normal, o cheiro das coisas voltou, o fôlego é outro, a energia está renovada. De verdade, sou outra pessoa. E o melhor: Sem a crise de abstinência, sem a irritação que tanto me forçava a voltar para o cigarro normal.

Me preparei psicologicamente, não esperava que fosse uma imitação perfeita do cigarro normal, porém o cigarro eletronico me surpreendeu... Após algum uso do e-cig, tive a curiosidade de experimentar de volta o cigarro normal... Depois de umas 2 ou 3 tragadas no normal, disse a mim mesmo: "Como que eu consegui fumar isso por tanto tempo? É péssimo, gosto horrível, não tem graça nenhuma e ainda faz um mal do caramba..." Joguei fora na hora o normal... É, num dá mesmo, definitivamente virei um fumante eletrônico

De longe, entre os métodos para parar de fumar, o cigarro eletrônico é o de maior sucesso para mim. E porque? Ora, o cigarro eletronico imita direitinho o ato de fumar como levar o cigarro à boca, tragar e soltar fumaça (mais conhecido como vapor).

Logo o ato psicológico de fumar continuou preservado com o cigarro eletronico. Ato esse que dificilmente é removido, mesmo nos que param de fumar por completo. Conheço pessoas que só de olhar, sei que foram fumantes, pela maneira que seguram a caneta entre os dedos, como levam alguns objetos à boca, como óculos ou canetas... Como o olho deles corre rápido para o cigarro de outro ou maço sobre a mesa... Não fumam mais, porém a vontade nunca foi embora (e nunca vai, pelo que percebi).

E o lado químico também é preservado, pois o cigarro eletrônico contém nicotina, aplacando as minhas crises de abstinência.

Como disse, nao experimentei adesivo, mas acredito que o bombardeamento constante de nicotina, mesmo nos momentos em que não há crise, tenta resolver o lado químico do hábito. E ainda assim a forma de absorção constante dessa substância não é como a do cigarro normal. Já ouvi dizer de pessoas que tem pesadelos por essa substâncias estar sendo constantemente bombardeada, mesmo quando não é necessário. A hora da nicotina é a hora dela, quando passa a vontade, não tem porque continuar satisfazendo o adicto (viciado).

O chiclete se aproxima dessa forma de absorção de nicotina, mas ainda assim não resolve.

Parece que existe um inalador de nicotina, que tentou juntar o ato psicológico de levar algo à boca com fornecimento de nicotina. Não tive experiência com esse método e nem testemunho de outros usuários.

É importante dizer que a OMS (Organização Mundial de Saúde), não reconhece o cigarro eletrônico como uma terapia para largar o cigarro. Alegam que não sabem o que existe dentro desses cigarros eletrônicos. Concordo com eles, de nada adianta vc largar um vício reconhecidamente maléfico por outro que ninguém sabe se trará outros males... Porém como dificilmente eu largaria o cigarro, logo entre algo que RECONHECIDAMENTE faz mal como cigarro normal e algo que POSSIVELMENTE pode me fazer mal como o cigarro eletronico, resolvi arriscar no POSSIVELMENTE... Virei cobaia.

Resultado imediato eu descrevi ali acima: Fôlego melhorou, cheiro das coisas voltou, a energia é outra... Não sei as consequencias à longo prazo, mas estou pagando para ver.

Nas minhas pesquisas em fórums internacionais, vejo que há pessoas que fumam eletronicamente há mais de 1 ano e não voltaram para o cigarro normal, são muitos casos de sucesso. Não relatam sintomas negativos, só positivos. Os poucos efeitos colaterais negativos descritos, ainda no início do uso cigarro eletrônico foram:

-diarréia
-dores de barriga, sensação de fome, provavelmente gerados pelas essencias de sabor do cigarro eletronico e/ou por super-dosagem de nicotina, normal para quem está começando e não sabe qual sua dosagem necessária (descreverei isso mais adiante)
-garganta seca
-dores-de-cabeça (dosagem alta inicial de aprendiz, como das dores de barriga)
-insônia (dosagem alta inicial de aprendiz)
-espinhas
-soluços
-arrotos
-língua formigando

Ou seja, são sintomas facilmente remediados e costumam acontecer só no começo

Desses sintomas aí, experimentei um pouco de insônia e dores de barriga, como uma sensação de fome e também a língua formigando e arrotos, mas tudo isso já passou. Escolhi inicialmente a dosagem HIGH (alta, 18 mg de nicotina), mas já percebi que é alta demais e estou esperando chegar líquidos com doses mais baixas (LOW-8mg ou 11mg e MED- 11mg ou 14mg). Esses líquidos vc pinga no cigarro eletronico, e as gotas viram vapor ao se tragar.

Bom, é isso... vou escrevendo um pouco mais à medida que tiver mais experiência no assunto e estarei aqui para resolver as dúvidas que surgirem de quem quiser. O meu objetivo é divulgar para o maior número de pessoas, não tenho interesse comercial no assunto, quero só entender mais e divulgar o que aprendi. Me ajudou, ajudou a um parente e a um amigo meu. Pode ajudar você, um parente seu ou um amigo a mudar o hábito ou largar de vez, pois tem como vc ir diminuindo os níveis de nicotina aos poucos, é da escolha de cada um se continua a fumar o eletronico ou se larga de vez a nicotina, porém em pequenas doses (pingos )

Abraços

Wolff


Última edição por erickpiloto em Ter Jul 14, 2009 5:10 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens : 2776
Data de inscrição : 29/06/2009
Idade : 36
Localização : BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Admin em Ter Jul 14, 2009 5:08 pm

Ontem fiz uma bizarrice... To experimentando tudo... Comprei aquelas essencias de baunilha no supermercado e pinguei um teco de nada no meu atomizador... Pra que... Agora eu tenho um cigarro de baunilha que num larga o aroma de jeito nenhum Nem pingando os líquidos de sabores diferentes aqui tira a tal da baunilha.

Mas ficou bom


gosto de queimado



por Wolff em 27 Mar 2009, 22:59 Os cartuchos do cigarro tem uma espuma dentro, de poliéster. A função da espuma é armazenar o líquido e ir soltando aos poucos para o atomizador, desta forma não precisa ficar pingando a toda hora.

Segue uma imagem de um cartucho, com espuma dentro:



Não acho lá muito eficiente esse método de pingar na espuminha, não creio que prolongue muito o tempo de uso. E tem mais uma coisa: Quando vc começa a sentir gosto de plástico queimado, é essa espuminha que está queimando e não o líquido. E não deve ser lá muito boa coisa ficar tragando esse poliéster.

Então eu não uso cartucho, só o mouthpiece/bocal. Também acho que fica mais fácil de tragar e parece que a espuminha rouba um pouco do líquido que cai no atomizador.

Edit: Acabei mudando minha opinião a respeito dos cartuchos. Dependendo do ecig, vale a pena usá-los.

ecigs que RECOMENDO usar com cartucho:
RN4081
RN4072
DSE901

ecigs que NÃO RECOMENDO usar com cartucho:
Titan
DSE101 ou DSE103



Custo mensal



por Wolff em 28 Mar 2009, 10:32 E-smoking não é barato. Agora com um certo tempo de uso percebi qual será minha taxa de consumo mensal. Cada líquido de 30 ml custa 30 a 40 dólares e pelo jeito vou consumir um vidrinho desses a cada 2 semanas. Sem contar o cigarro eletrônico, que mesmo com uma boa manutenção, deve durar uns 2 a 3 meses, ainda não sei.

Então chutando alto, o preço mensal dessa brincadeira sairá para mim por:

60 ml de líquido = +/- 70 dólares
1 cigarro eletronico (supondo que dure só 1 mês) = +/- 50 dólares
Total = 120 dólares

Aí desconto o que eu gastaria com cigarro normal no mês, que seria +/- 60 dólares

Ou seja, o preço da mudança de hábito é de 120 - 60 = 60 dólares. Não vou contabilizar o ganho com saúde, nem outros custos difíceis de medir... 60 dólares no custo líquido, 120 no bruto, no custo Brasil é isso.





Re: gosto de queimado



por Wolff em 31 Mar 2009, 14:59

<BLOCKQUOTE>Wolff escreveu:Os cartuchos do cigarro tem uma espuma dentro, de poliéster. A função da espuma é armazenar o líquido e ir soltando aos poucos para o atomizador, desta forma não precisa ficar pingando a toda hora.

Segue uma imagem de um cartucho, com espuma dentro:



Não acho lá muito eficiente esse método de pingar na espuminha, não creio que prolongue muito o tempo de uso. E tem mais uma coisa: Quando vc começa a sentir gosto de plástico queimado, é essa espuminha que está queimando e não o líquido. E não deve ser lá muito boa coisa ficar tragando esse poliéster.

Então eu não uso cartucho, só o mouthpiece/bocal. Também acho que fica mais fácil de tragar e parece que a espuminha rouba um pouco do líquido que cai no atomizador.
</BLOCKQUOTE>

Mudei um pouco minha opinião a respeito dos cartuchos. Alguns e-cig como o TITAN e o DSE101 ou 103 não se comportam bem com cartucho.
O TITAN, por ter atomizador muito potente, queima o poliester, dando gosto de queimado
o DSE101 ou 103, por ter um cartucho que cabe pouco líquido, seca rápido e dá gosto de queimado pois está sempre em contato com o atomizador.

Porém o DSE901, o RN4072 e o RN4081 tem cartuchos com grande capacidade de líquido e que mesmo em contato direto com o atomizador, não dão gosto de queimado. No RN4072 não pingo no atomizador, estou colocando 7 pingos no cartucho, o que me dá a vantagem de pipar por bastante tempo antes pingar de novo.

Estou descobrindo que a fumaça vem mais fria no RN4072 e DSE901, acho que por conta do vapor passar pelo meio do cartucho molhado antes de chegar à boca. Ou pode ser porque a câmara do atomizador deste RN4072 é grande, sei lá... É uma sensação diferente. No RN4081, o vapor vem mais quente, o que se aproxima mais do cigarro normal.



Normalizando o consumo



por Wolff em 31 Mar 2009, 16:21 Como disse em outro tópico: Dá para parar de fumar com o e-cig?, baixei o nível para LOW. E também diminuí as pipadas.

Não que esteja me fazendo mal, nem que eu tenha desanimado com o e-cig, pelo contrário... É natural que o consumo se estabilizasse, pois o entusiasmo inicial e os testes com líquidos e e-cigs me forçavam a um consumo maior.

Além de tudo é um novo hábito, tem uma curva de aprendizagem e costume... Substituiu e muito bem o tabagismo, porém é um hábito diferente, que se tenha isso em mente.

Cada um tem sua preferência, seu objetivo, e acredito que já achei meus e-cigs de preferência e eles são o DSE901, o RN4072 e o RN4081. Também achei meus líq de preferência, como British Bulldog e Regular Tobaco. E os níveis de nicotina para consumo usual são os LOW e MED... Fiz isso para evitar desenvolver tolerância aos HIGH e maiores...

Guardo HIGH (18mg) e X-HIGH (24 mg) como "pacificadores", como reserva... São uma porrada mesmo, sossegam o leão com poucas pipadas, mas também dão dor-de-cabeça, de barriga, enjoam, causam insônia se o consumo for constante, sintomas típicos de overdose de nicotina. E olha que ainda tem o XX-HIGH (36 mg)... Putz, esse deve ser um coice de mula, como dizem nos fóruns internacionais.

No momento da fissura maior, poderei usar esses HIGH e X-HIGH. Porém o ato de pipar eletronico, que eu estava fazendo muito mais do que com cigarro normal de antigamente, diminuiu e bem. E sem nenhuma vontade de voltar para o cigarro normal

Pode ser que realmente esse método seja o mais indicado para quem quer parar de fumar, até mesmo eletrônicos... Só poderei dar mais informações a esse respeito daqui um tempo.

Com o consumo se normalizando e o conhecimento adquirido, tenho uma noção de quanto gastarei daqui para frente e está totalmente dentro de minhas possibilidades: 50% a mais do que com cigarro normal e estou chutando alto. Pode ser que até pare com o eletrônico... Aí será um sucesso maior do que eu esperava...

E se isso acontecer, se eu parar até com os eletronicos, então serei um grande defensor dos e-cigs como método para parar de fumar, pois eu era um fumante pesado e os sacrifícios com os eletronicos foram só o financeiro e ser cobaia. A meu ver, mesmo que o financeiro seja salgado, vale demais a pena.

Claro que eu tenho noção de que cada um é diferente, são indivíduos. Não é porque deu certo para mim que vai dar certo para o meu vizinho... Mas para aquele grupo que se identifica com minhas razões, que quer parar e não consegue, vai nessa de e-cig, vai por mim...

Considero parar de fumar como pular um muro. Vc pode ser herói e conseguir de primeira, pode achar que conseguiu mas volta pro chão, pode esborrachar a cara, pode dar sorte com os métodos que já existem. Mas para mim, o único método que está funcionando é o eletronico. Uma boa escada, sem maiores sacrifícios
avatar
Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens : 2776
Data de inscrição : 29/06/2009
Idade : 36
Localização : BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Admin em Ter Jul 14, 2009 5:13 pm

Alguns e-cigs tem um cut-off, ou seja, o cigarro se desliga quando vc traga por mais que 5 segundos e só depois de um tempo o e-cig volta a funcionar normalmente

Pelo fabricante isso acontece para evitar que o usuário inale muita nicotina, mas na verdade é para proteger o atomizador, senão ele queima ao ficar muito tempo ligado.

E este cut-off está acontecendo direto comigo. Um sinal de que o fôlego melhorou um absurdo...


Re: Testemunho do cigarro eletrônico



por JuStYn em 20 Abr 2009, 21:14 Estou vendo seus testemunhos, e cheguei a algumas dúvidas:
Mesmo com o valor de frete compensa comprar na gringa?
Afinal, o que você realmente precisa trocar no cigarro? Precisa comprar um daqueles "starter kits" a cada dois meses ou algo assim, ou eu que viajei?



JuStYn




Re: Testemunho do cigarro eletrônico



por Wolff em 20 Abr 2009, 22:19
<BLOCKQUOTE>JuStYn escreveu:Estou vendo seus testemunhos, e cheguei a algumas dúvidas:
Mesmo com o valor de frete compensa comprar na gringa?
Afinal, o que você realmente precisa trocar no cigarro? Precisa comprar um daqueles "starter kits" a cada dois meses ou algo assim, ou eu que viajei?
</BLOCKQUOTE>

O frete sai entre 15 e 20 dólares. Compensa comprar na gringa, ao menos para mim. Já compro lá fora há algum tempo e me sinto confortável com isso. Em termos de impostos, perdas ou outros problemas, acontece em 1% dos casos. Esse 1% eu já calculei e para mim está muito bem dentro da minha tolerância.

Na prática vc tem que trocar TUDO no cigarro. Recarregador pode queimar, assim como atomizadores e baterias, isso sem contar os líquidos que vc tem que comprar de acordo com seu consumo.

Assim, para começar vc vai gastar:
45 dólares num bom starter kit
30 dólares num BOM liquido de 30 ml
frete de 20 dólares

arredondando, 100 dólares de cara.

Se vc tiver sorte, pode ficar um belo tempo sem queimar nada, quem sabe até mesmo mais do que 2 meses. E vc pegou o espírito da coisa, vai gastar um starter-kit a cada 2 meses.

Tem ainda alguns brinquedos como o USB passthrough que custa por volta de 20 dólares, onde vc economiza bateria, mas aí já é mais um luxo do que outra coisa.

Nem sou rico não, mas perto do que ganhei com saúde e ainda podendo fumar à vontade, acho que o preço está muito dentro de minha satisfação.





Re: Testemunho do cigarro eletrônico



por alexviegas em 06 Jun 2009, 08:42 Socorro.....

Antes de mais nada, parabéns pelo forum, me achei aqui. Sou fumante há 33 anos (mais que o Chico Anízio), estou c/ 47 e ainda estou meio inteiro. Sou viciadíssimo (2 maços dia), e 2 filhos p/ criar.
Descobri o e-cigar há uns 10 dias por acaso, e venho pesquisando desde então, pois não sou abastado, e não quero jogar mais dinheiro fora do que já queimei na vida, por isto, peço ajuda p/ comprar um e-cig legal p/ um preço idem. Aonde moro nego nem ouviu falar disso, Quando comento, ou procuro nas tabacarias e lojas de importados, me olham c/ cara de maluco.
Moro a uns 100 km do Rio, e, será que alguém sabe aonde vende na cidade? Tipo pronta entrega, etc? Grato desde já!



alexviegas
avatar
Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens : 2776
Data de inscrição : 29/06/2009
Idade : 36
Localização : BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Admin em Ter Jul 14, 2009 5:15 pm

Se vc achar pronta entrega se prepare pra pagar 250 pila num cigarro que vale 20 dolares...foi o que aconteceu comigo aqui em Curitiba. Preferi, depois de ler este fórum de cabo a rabo, comprar num site gringo. Estou esperando chegar


victorcwb


por Sergiosann em 08 Jun 2009, 18:51 Também havia entrado nessa, antes de conhecer esse fórum, paguei 300,00 no meu DSE901(o mais caro que achei está US$40,00). Agora por exemplo, paguei R$131,00 no E-cig pelo qual pagaria 420,00 aqui no BR. Comprei direto no exterior, Super vale a pena! Mesmo que tivesse caido na amostragem e tivesse sido roubado, digo, taxado em 60%, sairia por 210,00, ainda em um preço ótimo, ou pelo menos não tão absurdo quanto o daqui. Ah, "E CHEGOU TÃO (OU MAIS) RÁPIDO QUANTO QUANDO POSTADO NO BR!!! Um dos motivos que me desanimava a comprar no exterior, quando ainda era ignorante no assunto, é que achava que ia demorar demais pra chegar. Agora nem penso em comprar sem ser no exterior. Talvez apenas líquidos para refil, que tem o problema com a Anvisa em relação a importação, devido, segundo averiguado pelo Wolff, À falta de informação sobre fabricação e validade...
Mas, fora isso, só no exterior.



Sergiosann





Re: Testemunho do cigarro eletrônico



por ubiratamuniz em 22 Jun 2009, 09:52 Cabe um testemunho extra aqui.

Tenho uma carteira de Carlton com doze cigarros + isqueiro na minha gaveta aqui do trabalho.

Não toco nela há quinze dias. Apenas peguei nela hoje para contar quantas unidades tinham.

O e-cig veio em boa hora. Proibiram 100% o fumo aqui nas dependências do órgão em que trabalho (o que me obrigaria a sair do prédio para acender um cigarro), já com o e-cig, eu fico vaporando na mesa e não incomodo ninguém.







por Sergiosann em 22 Jun 2009, 15:32 O cigarro eletrônico foi uma das melhores (ou a melhor) coisas que já inventaram para os fumantes! Viva o E-Cig



Sergiosann





Re: Testemunho do cigarro eletrônico



por Sergiosann em 24 Jun 2009, 17:23 Acabou de chegar meu E-liquid inglês da Intellicig. Ainda não o experimentei, já-já vou postar aqui as primeiras impressões.




Conteúdo da embalagem
E-liquid.jpg (49.78 ) Visualizado 90 vezes


O produto chegou rápido e com um detalhe curioso: Talvez pelo fato de eu ter pedido somente um frasco para experimentar, eles enviaram com a declaração de "amostra comercial". Dessa forma não fui taxado, e veio direto pra casa, embora tenha ficado parado uma semana na Alfândega no RJ... Mas na nota fiscal - a qual não foi aberta - está declarado o valor real, L10,43 mais o frete L7,00 - Total em reais: R$56,80 - ótimo para um produto importado.

Daqui a pouco post se é bom
===========================================================================================================
Testando:

Bom... bom, bom, bom, bom não é não, mas é bom
Seguinte, falando sério, o líquido é realmente de excelente qualidade. O frasco é daquele "perigoso", com bocão aberto, entornou já era. - Cuidado ao manusear - Ele vem acompnhado com uma seringa e uma agulha de plástico que permite uma dosagem ultra-precisa - gostei desse esquema.
Sabor: Foi aqui que não entendi. A descrição deles sobre o líquido diz:
=========================================================================================================
Regular has a tobacco flavour which has been formulated to reproduce the taste and texture of our prefilled cartridges whilst maintaining its natural pure taste.....
=========================================================================================================
Dá claramente pra entender, principlamente em inglês Britânico, que o Regular (que é o nome desse tipo) possui um aroma de Tabaco que foi formulado para reproduzir a textura e sabor etc,etc,etc.
Bom, só que de tabaco que é o que estou procurando que nem doido, nadinha. Tudo bem, tem lá no fundinho mesmo, tipo um resquício metafísico-plasmático da essência do tabaco astral, algo assim
Mas, por outro lado, mesmo com a falta do tcheiro bom do tabaco, ele é o que me deu a maior sensação de estar fumando um cigarro até agora! Como pedi concetração média de nicotina, o "toque na garganta" é bastante similar a um cigarro, e o que mais gostei: Deixa um "resíduo" de nicotina na boca - que embora quando fumava o analógico não gostava e mandava um halls ou coisa assim - nesse caso sinto uma deliciosa satisfação de ter fumado.
Estou animado então a pedir deles também o Rich, porque segundo eles dizem:
Rich has a 'richer' deeper taste than the Regular flavour again with a tobacco hint and a 'fuller body' providing a richer and deeper smoke.... que parece que é o que estou procurando
Vou pedir ainda amanhã. e espero ter a mesma sorte com a Anvisa - embora - ele venha com a data de validade que é o que a Anvisa procura e barra se não achar. Alíás, só comprei desse site porque me responderam um e-mail garantindo esse detalhe.
O Frasco possui aquela tampa de proteção que dificulta bastante a abertura, e praticamente impede uma criança de abrir, como aconteceu com meu irmão.... de 48 anos
Mas agora ele pegou o jeito ha ha ha.
Bom, depois posto mais. Vou tentar reanimar meu DSE901, tadinho, tão novinho...



Sergiosann





Re: Testemunho do cigarro eletrônico



por atomxy em 29 Jun 2009, 10:55 Sergiosann


Olá amigo, parabéns pelo review.

Mais uma vez, você está aqui ajudando o fórum a ter o máximo de informações possíveis.

Parabéns amigo.
avatar
Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens : 2776
Data de inscrição : 29/06/2009
Idade : 36
Localização : BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por newerecig em Seg Jan 31, 2011 7:27 am

[ELEVANDO O TÓPICO]

Aqui, ressuscitar não é o termo adequado pois ressuscita-se algo que morreu. Não é o caso deste tópico (que tem quase 2 anos e permanece vivo), muito atual.

Deveria ser o ponto de partida para os iniciantes.

O que evoluiu de lá pra cá?

Os relatos sobre o abandono do tabagismo - idênticos, a eficácia do e-cig permanece comprovada nestes 2 anos.

Os custos de um starter kit no Brasil - sempre abusivos. O mesmo preço que custavam em 2009 (certamente o preço de sua saúde e redenção deste hábito maldito não têm preço), mas até agora não apareceu nenhuma alma caridosa que praticasse um preço justo (com lucro!) nestes produtos. E abusam ainda mais ao notar o entusiasmo dos novatos. Alguns tentam enganá-los praticando a venda casada e constante de cartuchos de refil (estratégia que enriqueceu o senhor Gillette!), mas neste caso já substituí há um bom tempo por um "e-gillette", e a satisfação (salvo as devidas proporções) foi semelhante à substituição do cigarro pelo e-cigarro. Quanto tempo ficaremos estacionados no passado até admitir a evolução das coisas?

A busca pelo sabor do tabaco - os "maluco" sempre à procura da batida perfeita. Alguém encontrou este sabor? Tem certeza? Mas muitos já encontraram sabores agradáveis e prazerosos para as vaporadas!

Dripping, Cartuchos, ... Agora que algumas opções de gotejamento "painless" começam a surgir com mais força no mercado, como é o caso do eGo-T. Mas o gosto de queimado, busca por mods (de todos os tipos), deixam claro que ainda usamos um protótipo e não o que gostaríamos que fosse realmente o e-cigarette.
Mesmo assim, acrescentar as 2 gotas para mim é semelhante à procurar o isqueiro no bolso... leva somente alguns segundos. Não faria questão de fazer isto o resto de minha saga à vapor: é tão prazeroso gotejar quanto vaporar.

Das "dificuldades" na importação à hipocrisia de nossos órgãos regulamentadores - o segundo permanece inalterado. Enquanto isto, parentes, amigos e desconhecidos continuam a morrer (1 a cada 8 segundos) no mundo todo, vítimas do tabagismo.

100% das pessoas que conversei sobre o e-cig no interior de São Paulo desconheciam o assunto (e ficam extremamente fascinadas quando o conhecem). Apesar de já ter aparecido em programas de televisão e revistas de grande circulação, parece que os "Cartolas" deste mundo estão obtendo muito sucesso em esconder esta "novidade". Por enquanto...

Tenho vários amigos médicos (de diversas especialidades e com muitos anos de profissão) que estão acompanhando entusiasmados minhas vaporadas. Já relataram várias vezes que gostariam de ter indicado o e-cig para os pacientes, e que só não o fizeram pela ética (não há um motivo maior que este). Ficaram amarrados na falta de opção pois os pacientes já falharam em todas as tentativas, mas que faltalmente morrerão sofrendo muito nos próximos meses de suas vidas. Vítimas da Souza Cruz.

Os chicletes e adesivos continuam nas prateleiras - uma caixinha destes produtos custa o mesmo que um starter-kit de um excelente e-cig... Claro, se o chiclete e adesivo fossem tão eficazes quanto o e-cig, já estariam proibidos também. O fumante é quem paga a maioria das contas destas grandes indústrias: a do tabaco e a dos medicamentos. Com o e-cig não contribuo mais com estes canalhas.

Continuamos cobaias - apesar de sentirmos todos os efeitos positivos de parar de fumar (os maços de cigarro permanecem na gaveta, "imexíveis"!), continuamos sendo cobaias. Não há clareza na quantidade de nicotina fornecida e absorvida, permanecendo o longo período da chamada curva de aprendizado. Mas prefiro ser cobaia do incerto do que escravo da certeza de uma vida medíocre fumando cigarro analógico.

O que estamos fazendo e o que poderíamos fazer para mudar este cenário?

[]'s!



avatar
newerecig
EXPERT
EXPERT

Masculino Mensagens : 1720
Data de inscrição : 06/01/2011
Idade : 35
Localização : SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por sergiosann em Seg Jan 31, 2011 1:59 pm

:aplauso: :aplauso: :aplauso:
Cara, como gostei de reler esse tópico, e ainda por cima ver um post meu na época que eu estava começando com o e-cig... e lembrar do nosso amigo Wolf.
Este fórum foi um fator importante na minha decisão de abandonar de vez o analógico e entrar com tudo no mundo do e-cig...
Acabou que não pedi o outro líquido do site inglês, pois havia feito um pedido na HG, e a partir dali só comprei lá.
Complementando o que o newerecig falou sobre: O que evoluiu de lá pra cá?
Concordo com todas as palavras. Mas, infelizmente, piorou muito a questão da importação... nem faço idéia do porque. O período de "molho" aqui no Brasil só aumentou nesses 2 anos. A encomenda continua chegando entre 5 a 10 dias, da China até aqui. Aqui chegando... affraid somos esquecidos em nossos direitos de consumidor. Antes ainda éramos informados sobre o que estava acontecendo com nossa encomenda, pra onde estava indo, aonde estava parada, etc. Agora, apenas sei que ela "está no Brasil" em algum lugar, que nunca saberemos... Sou obrigado a falar como o Bóris: "Isto é uma vergonha..." Evil or Very Mad
avatar
sergiosann
EXPERT
EXPERT

Masculino Mensagens : 1016
Data de inscrição : 02/07/2009
Idade : 55
Localização : Juiz de Fora

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Jean em Seg Jan 31, 2011 5:51 pm

também curti pra caramba reler o post do Wolff (que foi quem começou o fórum, q era em outro servidor)... e gostei também das observações dos colegas newerecig e sergiosann
avatar
Jean
EXPERIENTE
EXPERIENTE

Masculino Mensagens : 183
Data de inscrição : 05/07/2009
Idade : 36
Localização : Tenente Portela - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Admin em Seg Jan 31, 2011 6:58 pm

Podecrer...

Juntando o tópico antigo com as novas, e boas, postagens temos praticamente um resumo do cenário.

Se é que ainda se pode acrescentar alguma coisa, do lado positivo eu vejo uma grande melhoria nos atomizadores olhando 2 anos pra trás.
Hoje, até mesmo meus attys LR estão aguentando como se fossem normais.
Os cartuchos, que eu nem comentei em outros tópicos, sempre achei que eram o item, a priori, que deveria ser melhorado. Agora vejo discussões sobre novos cartuchos e cartomizadores... estou aguardando pra ver... não vou mais ser cobaia não... hehe

Quanto aos correios, compartilho totalmente a opnião do sergiosann. Realmente tá uma palhaçada isto...

E acho que continuamos na mesma com relação aos líquidos.. falta informação e mais segurança, o que só ocorrerá a partir de uma regularização e consequente fiscalização.

Tendo em vista o aumento dos usuários no Brasil e sua popularização, acho que estamos com resultados positivos!

Será que eu tô otimista demais hoje? kkk

[]´s
avatar
Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens : 2776
Data de inscrição : 29/06/2009
Idade : 36
Localização : BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por tati1 em Qui Fev 03, 2011 8:07 am

Continue otimista, eu acho que as coisas estão melhorando mesmo. Smile Mais informação vem aparecendo e, aos poucos, será impossível continuar a proibição de venda.
bjs!
avatar
tati1
EXPERIENTE
EXPERIENTE

Feminino Mensagens : 219
Data de inscrição : 25/09/2010
Idade : 36
Localização : Hell de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho do cigarro eletrônico - por Wolff

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum