E-cig.ForumBrasil
Bem Vindo ao nosso Fórum!


E-Cig.ForumBrasil.net

Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por FEcig em Qua Dez 22, 2010 9:14 pm

FIM DA ERA ANALÓGICA!!!
INÍCIO DA ERA ELETRÔNICA (Leia-se: saudável, inteligente, viotoriosa, econômica, etc..)


Início de Dezembro de 2010 - o dia D se aproximava... os soldados analógicos corriam por toda a parte no meu apartamento e nos meus bolsos de calça e camisa... se infiltravam em meu corpo através dos brônquios e atingiam minhas veias, artérias, capilares, pele, cabelo, olfato, hálito e paladar... estavam todos agitados a mando dos seus comandantes Carlton Dunhill Crema e Marlboro Light e Vermelho. Este, o Tenente-Coronel, ordenava o ataque principal nicotinado quando percebia que o dia D se aproximava cada vez mais.

Vermelhos avante!!!!! - Gritava o T.Coronel Marlb. Red, irado com a iminente derrota que se aproximava.

Os continentes do meu corpo sentiam cada vez mais falta dos soldados analógicos oportunistas que se aproveitavam da abstinência e da ansiedade próxima ao dia D, e assim atacavam com verocidade.
Quase que se acendiam um no outro, e o costumeiro 3/4 de maço passou para 1 e meio com imensa velocidade.

Marl. Red gargalhava...
Sentia enorme prazer nas tragadas assassinas de FEcig.
Mal sabia ele que o fim estava próximo... muito próximo.




Dia 06 de dezembro de 2010 - dois pacotes chineses aterrisam em solo brasileiro e são colocados em cima da mesa (2 starter kits 510, PCC, Passthrough, 60ml de juice - hilton, dunhill, 5*5, cream, menthol).
Trinta dias foi o prazo.
Desespero nas trincheiras analógicas. Tiros e mais tiros. Rio de Janeiro. Era o caos!

Por conta de motivos da fim de faculdade, como TCC e finalmantes de notas e preparativos para a colação de grau, risquei na parede que o dia D seria 09 de dezembro. E deixei, com muita força de vontade, inertes e intocados os pacotes chineses em cima da mesa.

O Tenente Coronel tentou de tudo para derrubá-los. Missões especiais dos analógicos como compra conjunta de dois maços fazia parte da estratégia.
Chegaram a capturar meu gato preto e tentá-lo, por meio da sua natureza curiosa, fazê-lo derrubar os pacotes, propiciando a quebra de algum elemento eletrônico que os aterrorizava absurdamente.

Todos os planos falharam! E o Dia D, finalmente chegou.. para o terror da tropa analógica e seu comandante.




Dia 09 de dezembro de 2010 - O DIA D!!!
Na madrugada de 09 pra 10, a guerra começou.
Fuzileiros eletrônicos molhados de juice atacaram por solo.
Vapores de propileno glicol com glicerina atordoava nos céus.
Analógicos que insistiam em girar a pedra do isqueiro.
Fazer fumaça.
Produzir fogo de verdade! Não entendiam aquela arma nova que não era fogo.
Aquela fumaça nova que não era fumaça.
Chuva de paraquedas com cigarros eletrônicos atirando de cima pra baixo.
Analógicos atiravam de baixo pra cima e em número muito maior.
Era o inferno na Terra!
Lucifer ria.
Marl. Red berrava!
Ordens que não eram mais ouvidas e os soldados de sua tropa, atordoados com a derrota que os abraçava, caíram em loucura total! Atiravam sem mirar e sem recarregar...
Foram horas entre abertura de caixa, leitura de manual, sorrisos na cara, e vaporadas no ar.
Até que finalmente... só se escutava "RECUAR! RECUAR!"... Era o fim. A rendição. Nada segurava a onda chinesa. Nada.
Analógicos pulavam do meu bolso para se esconderem em algum lugar que hoje eu posso dizer de boca cheia: LIXO.
O cinzeiro derramava lágrimas, pois os únicos cigarros que, daqui pra frente, seriam apagados nele, não seriam mais de seu dono.
Chorava preto de tanta cinza e tóxico acumulado.
E os eletrônicos?...
Ah... estes sim!
O batalhão Joye 510 executava com imensa destreza e perfeccionismo todo o plano.
Garanto que o exército alemão perderia a guerra muito mais rápido se quem tivesse desembarcado na Normandia fossem eles: A Companhia Joye 510! Hááá.. aí sim os americandos iriam aprender como se faz.
Nenhuma perda.
Nenhum soldado jazia no chão.
100% de aproveitamento.

E que delícia a primeira vaporada (mesmo com o cartucho original de marlbolro). Que experiência boa! E o coice? Parecia um cigarro comum. O cheirinho bem suave que logo se dissipava muito me agradou! O eletrônico chegou chegando com os dois pés na garganta, literalmente, assim como eu bem imaginava, após muito pesquisar.
Li o manual, fiz o ritual, rosqueei com delicadeza, pluguei tudo e a única palavra que me vem a mente agora é: admiração e satisfação.

Bem... não demorou muito e a cena que se tinha no apartamento eram analógicos deitados e mortos sangrando no chão, na terra de ninguém.

A guerra estava finda.

E-cigs e FEcig win!

O Dia D terminou, a batalha também e hoje meu corpo agradece antecipadamente, pois não faz muito tempo que este dia passou - 13 dias -, e já posso sentir os efeitos e benefícios.

De lá pra cá, a fumaça analógica que inspiro vem de parceiros e amigos fumantes, porque, definitivamente, pra mim, o cigarro morreu. Abstinência 0.

Neste momento, peço lincença pra postar o seguinte desenhinho que fiz no paintbrush (aqui é raça rapá!) que espelha de um modo meio D' Artagnan, o que significou pra mim esta batalha:




E assim começou minha jornada.
Faz 13 dias que não fumo analógicos.
13 dias que utilizo somente eletrônicos que, assim como me cativaram, cativam a todos para quem apresento e já perdi a conta de quantas expliquei detalhe por detalhe como funcionava o menino, desrosqueando-o e mostrando pro interessado.
Alguns experimentam e acham bom, sentem o coice, outros não ficam muito animados, mas acham interessante... e vários irmãos meus já estão providenciando a compra de um kit para tentar parar de fumar.

Na realidade, o dia D significa algo muito mais completo e amplo, pois não foi uma batalha somente minha. Não. Está refletindo naquelas pessoas que eu realmente gosto, e que, assim como eu, espero poderem ter seus Dias "D" e largarem os analógicos.
Essa é a ideia que deixo por aqui, por enquanto... que esta batalha é, além de nossa, de todos aqueles que queremos bem, e por que não daqueles desconhecidos que nos perguntam na esquina, no bar, na balada, sobre o e-cig? Sim, também destes. É a guerra generalizada tomando conta daqueles que com um pingo de força de vontade e interesse sincero, pretendem parar de fumar.




A intenção daqui pra frente e construir um diário (que não será diário, mas quem sabe semanário hehehe) acerca das minhas impressões e considerações do dia-a-dia com o e-cig.
Espero poder ajudar muitos iniciantes como eu, e inclusive sanar diversas dúvidas que estão surgindo agora que estou com as mãos na massa.
Ou seja, é colaboração sincera que se tem neste fórum. É isto que sinto desde o momento que pisei aqui.

Quando completar um mês de uso prometo fazer meu testemunho pormenorizado.



Por enquanto, há 13 dias adianto, resumidamente, algumas dúvidas que tive (e que inclusive o ronaldoafer já pôde responde-las em minha apresentação, quando as expus rapidinho).

1) Senti algumas ardências de vez em quando na garganta e na língua. Não sei se to demorando demais pra refillar o cartucho, já que neste início busco economizar ao máximo os juices. Se for isso, posso dizer que o gasto de liquid fazendo top off e refillando cartuchos originais é muito maior do que eu esperava. Poxa, quando tiro o polly que aparenta estar seco, ele está umidasso.. hahaha... busco achar o ponto de equilíbrio nisso tudo, mas parece que o desperdício é muito maior do que eu imaginava. E os top offs estão sendo mais constantes.

2) Tenho 4 attys e um deles já apresenta pouca produção de vapor. Achei que fosse do liquid menthol, que por natureza produz menos vapor, conforme disseram em um tópico aqui no fórum, mas não era. É o próprio atty mesmo que encontra-se deficiente já em 13 dias, muito embora eu tenha feito umas 4,5 drenagens rápidas e lentas alternadas nestes dias. Será que é hora de limpá-lo de uma forma mais eficiente?

3) Estes dias, ao retirar um cartucho, percebi que sua bordinha (que fica em contato com o atty) estava derretida, isto é, alguns pontinhos da borda estavam levemente curvados, como que ligeiramente derretidos. O que pode ter acontecido?

4) Achei fenomenal a eficiência do PCC. Acho que fundamental te-lo, caso se pretenda adquirir somente um kit. No meu caso, (2 kits), pode até ser exagero, mas com duas baterias e PCC eu consigo passar o dia fora, sem maiores problemas.
O único problema foi que o trinco que segura a sua tampa fechada quebrou sozinha no meu caso. =/ Estou bolando um jeito de mante-lo fechado com um clips no buraquinho do trinco.




Bom pessoal, é isso aí.
Como a ideia é produzir um testemunho, acredito que não tem problema o tamanho do texto... quanto mais informações sempre melhor pra gente.

Espero continuar na saga firme e forte, e obrigado a todos que de forma direta ou indireta contribuíram com a vitória deste dia D que é de todos! hehehe

Um forte abraço, e continuarei quando completar um mês de uso!!!
Obrigado, sempre!





FEcig
EXPERIENTE
EXPERIENTE

Masculino Mensagens: 333
Data de inscrição: 04/11/2010
Idade: 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por sergiosann em Qua Dez 22, 2010 8:22 pm

:aplauso: :aplauso: :aplauso: KKK
Adorei o relato da "batalha" rsrsrsrsrs. Muito bom.
E melhor ainda, claro, sua resolução e determinação em abandonar de vez os fedidos e venenosos. Embora eu não tenha um 510 (uso direto o 901) sei por relatos que está muito bem equipado. Começou muito bem e tem tudo para prosseguir assim. Torço por voce e acredito que seus relatos são e serão muito úteis para todos, principalmente os novatos.
Quanto aos detalhes que citou, minhas opiniões:
Quanto às ardências, podem mesmo ocorrer, principalmente com atomizadores potentes. Acontece tbm com o 901 e tenho que pingar umas gotas direto no Atmz de vez em quando para sanar o problema. Isso, comigo ocorre mais por que as vezes exagero nas tragadas. Quando espaçamos mais, esse efeito não ocorre muito. Pode ser tbm o seu caso.
Quanto ao atmz durar pouco, já aconteceu comigo tbm, principalmente usando o passthrough. Foi mais ou menos esse tempo...
Quanto a aparência de derretimento no cart, nunca aconteceu comigo, mas sei que o atmz pode esquentar muuuuito quando em uso contínuo (várias tragadas seguidas), mas acho que não seria o suficiente para afetar o plástico do cart. Mas, não é impossível, dependendo da qualidade desse plástico em questão.
É isso aí, boa sorte e continue assim que vale a pena. Hoje o e-cig é totalmente vitorioso para mim...
Wink

________________________________________
HEALTH - DSE103 - M401 - DSE901- RN4062 - E-pipe DSE601 - Joye EGO Mega - Joye 510 -

sergiosann
EXPERT
EXPERT

Masculino Mensagens: 1004
Data de inscrição: 03/07/2009
Idade: 52
Localização: Juiz de Fora

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por Jean em Qua Dez 22, 2010 8:24 pm

Show de bola véi!!! o lance da histórinha me fez até viajar um pouco hehehe
esse é um belo testemunho cara! que sirva de incentivo para os novatos que aqui chegam... quanto as dúvidas, com o tempo vc pega o jeito (da uma olhada nos mods para catuchos)... no meu caso, desisti dos cartuchos e atualmente estou apenas usando dripping... mas como eu disse, com o tempo vc vai achar a melhor forma de usar o ecig...
Parabéns pelo post!
té+
Smile

Jean
EXPERIENTE
EXPERIENTE

Masculino Mensagens: 183
Data de inscrição: 06/07/2009
Idade: 33
Localização: Tenente Portela - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por regina em Qua Dez 22, 2010 9:12 pm

Oi FEcig muito legal seu testemunho (com ilustração e tudo)! Parabéns pela troca. Olha eu tb no começo fiquei com a lingua meio machucada até meus lábios ficaram meio queimados, mas acho agora que era abuso, pois ficava o dia inteiro vaporando. Hoje já não tenho mais isso. Eu tenho vários attys, mas tou usando uns 05 que vou revezando, uso o método drip, já me acostumei, se bem que perde-se bastante líquido, acaba vazando. Ainda não tive problemas com nenhum atty, todos os dias à noite eu dreno embaixo da torneira quente, assopro e deixo no álcool comum mesmo e depois assopro e deixo com canudo de papel toalha dentro até o dia seguinte.Já cheguei a lavá-los com água quente e detergente, deixei de molho no vinagre e até no desinfetante de verduras, enxaguando bem depois .
FEcig se vc for usar gotejamento, compra um drip tips de metal aí não tem perigo de derreter.
Também vi no forum americano que usando o metodo gotejamento os attys duram mais (dizem eles), não sei se é por isso mas os meus estão em pleno funcionamento até agora.
Muito divertido seu testemunho!
Feliz Natal e good vap!
:aplauso: santa

regina
V.I.P - COLABORADOR
V.I.P - COLABORADOR

Feminino Mensagens: 1452
Data de inscrição: 25/10/2010
Idade: 59
Localização: são paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por Admin em Qui Dez 23, 2010 12:02 am

kkkk show de bola mesmo...

Feliz natal a todos!

________________________________________

Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens: 2781
Data de inscrição: 29/06/2009
Idade: 33
Localização: BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por Lucymara em Qui Dez 23, 2010 12:39 am

"O eletrônico chegou chegando com os dois pés na garganta"
Na realidade, o dia D significa algo muito mais completo e amplo, pois não foi uma batalha somente minha. Não. Está refletindo naquelas pessoas que eu realmente gosto, e que, assim como eu, espero poderem ter seus Dias "D" e largarem os analógicos"

Vem amigo, vc consegue. Todos aqui gostam de experiencias e relatos verdadeiros.
Estou depois de 30 anos fumando fedidos: sem nic.
Amo vaporar.
Na verdade, estou sem coice na garganta. Posso vaporar onde quiser. Me permito o prazer de uma boa vaporada depois de um gole de vinho.
Parabéns.
Lucy.

Lucymara
V.I.P - COLABORADOR
V.I.P - COLABORADOR

Feminino Mensagens: 93
Data de inscrição: 10/02/2010
Idade: 53
Localização: Niteroi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por nuttinjeff em Qui Dez 23, 2010 9:47 am

Show de bola o depoimento! Muito criativo tb.

Parabéns pra ti.

nuttinjeff
INICIANTE
INICIANTE

Masculino Mensagens: 16
Data de inscrição: 23/11/2010
Idade: 30
Localização: RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por Admin em Qui Dez 23, 2010 10:53 am

Opa... agora to com mais calma e dá pra falar...

Respondendo aos seus questionamentos:

1- A ardência quando em contato com o liquido é normal. Liquidos dekang também ardem a boca durante o uso (nem todos, mas a maioria). Quanto aos topoffs e consumo de liquido. Eu já usei muito cartucho, ppalmente com mods. É muito bom usar cartuchos e eu usaria se eles funcionassem a contento. Depois de um tempinho vaporando e testando qual o melhor caminho pra eu seguir, tem muito tempo que eu só faço dripping. Para o meu uso se mostrou mais eficiente, econômico e menos trabalhoso.

Acho normal a galera ir tentando e testando tudo... é bom que serve de base pra ver qual método de uso se encaixa melhor para cada pessoa.

Eu sempre aconselho dripping.

2 - Tem atty e tem atty. O padrão de qualidade é esdruchulo. Não são máquinas que montam estes atty e sim escravos trabalhadores chineses, então cada um sai de um jeito. Tem atty que funciona bem com cartucho e tem atty que não, pode prestar atenção. Tem atty que aguenta meses e tem atty que aguenta dias (levando em consideração que melhoraram muito de uns anos pra cá. Hoje eu praticamente não esquento mais a cabeça com atty e antes eu sempre saia com um reserva pois era só espirrar que queimava um atty). Hoje eu não faço mais limpesas... Tá ruim eu coloco numa caixinha de refugos e abro um novo. Só uso um atty por vez, até ele abrir o bico e então eu troco por um novo. E assim vai.

3 - Normal... cartuchos costuma gastar na borda. E na maioria das vezes eles já vem arredondados. Pegue seus cartuchos novos e compare eles pra ver as diferenças.

4 - PCC é show de bola mesmo. 1 pcc e 1 bat de 510 normal dá pra mim o dia todo fácil fácil. É uma ótima opção pra substituir o ego pra quem não quer sentir que está fumando charuto.. kk

No mais, é ir usando e aprendendo... um dia, será pra você tão natural pingar duas gotinhas e vaporar do que abrir o maço e tacar fogo num cilindro nicotinoso... Very Happy

[]´s

________________________________________

Admin
SUPER EXPERT
SUPER EXPERT

Masculino Mensagens: 2781
Data de inscrição: 29/06/2009
Idade: 33
Localização: BRASIL

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por frostbyte em Qui Dez 23, 2010 2:40 pm

Que alegria ler o teu testemunho brother!

parabéns!




frostbyte
USUÁRIO
USUÁRIO

Masculino Mensagens: 47
Data de inscrição: 21/07/2010
Idade: 38
Localização: porto alegre

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Testemunho FEcig :: Impressões e questões

Mensagem por FEcig em Qui Dez 23, 2010 7:16 pm

Obrigado de coração pessoal... Sergião, Jean, Re, Lucy, Nutty, Erick e, poxa Arlen, me sinto horrivelmente mal por não ter incluído nominalmente a vossa pessoa no meu primeiro testemunho, perdão, cara. Mas sano esta falha agora:

Este sujeito aí ó, ARLENPOA, hehehe figurassa e agora um irmão do Sul, foi quem me GUIOU os primeiros passos desta trilha. E me guiou até bem tarde eu diria, ficamos até altíssimas horas da matina no MSN, enquanto eu percorria os formulários e fechava meu pedido no site da HG. Arlen me resgatou na minha apresentação aqui do mesmo jeito que os guias e mentores resgatam os espíritos perdidos no Umbral! hehehe Já te agradeci inúmeras vezes, mas não canso não! hehehe

Erick, valeu por sempre me responder detalhadamente, cara. Do jeito que vão as perguntas, todas numeradas, com você elas sempre voltam, também numeradas! hahahaha Obrigado irmão. Você é rei! king hehe

Ardência: Serjão, vou tentar manter sempre o atty mais úmido e espaçar mais as tragadas... logo mais eu posto dizendo o resultado. Obrigado pelas palavras! =)

Erick, realmente, o único que ainda não me ardeu foi o Cream que acabei de experimentar... mas do resto, todos já deram sua ardidinha seja na língua ou na garganta. Mas é bom saber que é uma característica da maioria dos juices da Dekang. Valeu, irmão.

Jean, acabei de produzir em série 3 straw mod nos cartuchos. Vou experimentar esses 15 dias que me faltam pra completar o mês de uso e posto os resultados no decorrer do diário! =) Obrigado pelas dicas.

Re, esqueci de dizer, mas no pacote chinês que aterrisou no Brasil no dia 06 (pro desespero dos analógicos hehehe) havia uma drip tip de metal que não tinha usado ainda nesses dias e agora já incorporei numa bat e testei o drip com o juice cream que não tinha experimentado ainda. Gostei muito do método, e vou buscar entender melhor quando pingar denovo ... sempre visando o equilíbrio no uso, né? hehehe... Sem contar que o metalzinho na ponta do menino ali fica show aparentemente!

Lucy, obrigado pelas palavras! Você é mais do que vitoriosa nessa guerra. Mereces todas as condecorações possíveis, pois largar a nicotina depois de 30 anos é ato muito bravo e tiro o meu chapéu pra ti! Pretendo abandonar a nicotina logo logo.. 2011 que me aguarde, rs! Vamos que vamos!

Erick, pois é... o top off tava sendo constante, e eu estava associando a ardência ao atty seco, mas passarei a utilizar o dripping também, sempre postando as impressões.
Obrigado pelas respostas quanto ao atty e ao derretimento da borda do cartucho... postarei fotos do cartuchinho derretido logo menos! Minha única preocupação foi que eu estaria inalando os tóxicos do plástico derretido e não percebia! Caramba!!! affraid

Muito grato a todos que gostaram da piração da batalha hehehehe... foi um jeito divertido de contar pra vocês a minha entrada no mundo dos e-cigs, e eu diria que foi triunfal heheheheh todos fomos triunfais! É o desembarque na Normandia analógica! Dia "D" neles!!! rsrsrs Very Happy




Bom, como disse, em um mês pretendo contar detalhadamente os feelings e partilhar o meu cotidiando usando e-cigs com todos.

Apenas algumas lembranças:
Ontem, 22, no bar, vieram me perguntar que diabos eu tava fumando e, após, explicar pacientemente e responder às mesmas perguntas hahaha (to pensando em gravar um audio-resposta, assim quando a pessoa chega e pergunta, vc dá o play e vapora hahahahaha, uma boa heim?)... voltando, rs, após contar sobre os e-cigs, o sujeito falou: "Po, mas é pesado heim?"... E foi ontem que eu parei pra pensar: "Caraio, pesado onde?" E percebi que já estava COMPLETAMENTE acostumado com a sensação de um cigarro eletrônico nas mãos, nos dedos... Poxa, você vai pegando habilidade e jeito com ele, que quando se dá conta (se é que se dá conta, pq só me dei ontem em razão do comentário do cara), você já incorporou sem perceber o equipamento no seu cotidiano, na sua mesa de bar, de escritório, de computador, etc.
A propósito, o mesmo aconteceu com o botão, que é tão temido por alguns antes de comprar (será que vou me acostumar? Putz! Apertar uma porra de botão?! Ah... estranho, nada a ver, não vai dar, etc, etc...).
Hahahah.. acho que foi antes de ontem, peguei a bateria automática que também comprei a parte pra dar uma desbaratinada e eu juro: nas primerias vaporadas fiquei procurando o botão em vão! hahahaha... ri sozinho.
Tudo pra dizer que a questão acostumar é muito fácil e rápido, e o melhor: você nem percebe.

Bom... hahahaha isso eu acho que iria dizer isso no meu relato de um mês, mas acabou saindo agora! rs




Hoje, 23 de dezembro, aliás, NESTE EXATO MOMENTO, acabei de terminar o straw mod em 3 cartuchos que fiz. Para todos, utilizei o cabinho oco do cotonete. Cortei com uma tesoura que tava cega (maldita! rs), e ua lá: straw mod nos meninos.
Ah! Com os tecos dos dois polly que utilizei nos dois primeiros cartuchos, eu fiz um polly pro terceiro, que ficou menor, mas acho que vai dar conta. Posto os resultados mais pra frente.
Desde já percebi a eficiência na forma de tragar, a puxada fica mais natural e mais leve, bem como na produção de vapor. Foram os dois imediatos resultados que percebi! Conforme o uso, posto mais.
O único porém foi para fechar o cartucho no atty. Parece que você tem que procurar o ponto certo do canudo pra que ele não toque na ponta da ponte, e sim fique do lado, mas senti que dependendo da posição do canudo e do cartucho, este não fecha direito e você se vê obrigado a forçar um pouquinho o cartucho, o que não é bom. Então, eu girei um pouco o cartucho (que estava a 1 cm de fechar) e encaixei.
Talvez seja melhor cortar um pouco mais o canudo, mas ele está da mesma altura que tenho vistos em vídeos tutos do straw mod, então ainda não sei o que vou fazer.

Hoje também lavei o meu atty deficiente na torneira com água quente, assoprei e estou deixando secar. Se não melhorar em nada, parto pra limpeza mais bruta, alcool de cereais, vinagre, e cia limitada.




É isso aí! Bola pra frente que com os e-cigs não tem erro!

Abraço a todos!

FEcig
EXPERIENTE
EXPERIENTE

Masculino Mensagens: 333
Data de inscrição: 04/11/2010
Idade: 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum